conceptnova

Helping you to bring your concepts and ideas to life.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Vivendo e Aprendendo

No sábado, saí com alguns amigos e pude acompanhar, sem paixão nenhuma, uma pequena parte da Transladação do Círio, uma grande festividade católica que acontece no segundo domingo de outubro, aqui em Belém. Estima-se que 2,2 milhões de pessoas acompanharam a procissão principal.

Sou protestante, sinto-me bem com a doutrina, tenho minhas convicções e  discordâncias sobre algumas coisas que vejo e ouço nas igrejas, sei absorver o que julgo ser útil e sei muito bem discernir o que é descartável. Pois bem, meu colega Funcional me convidou para fotografarmos a cidade, combinamos de nos encontrar em frente do Shopping. Assim se deu. Notei que ele é muito espontâneo e falastrão e isso não é ruim, tenho medo dos acomodados e calados, pude aprender algumas coisas com o mesmo. Ah, sua alma gêmea também é super legal; acredito que esse relacionamento foi um presente da Nazica.
Ed. Manoel Pinto da Silva. Pessoas nas sacadas esperando a Berlinda passar.

Fizemos um breve lanchinho e fomos fotografar aquela multidão que se fazia presente nos corredores da Avenida Nazaré e Presidente Vargas - eu nunca estive rodeado de tantas pessoas como naquele momento. Já estando lá, o Funcional fez questão de me dizer o que estava acontecendo: a trasladação da imagem é uma procissão à luz de velas e que simbolicamente visa recordar a lenda do descobrimento da imagem e o retorno ao local de seu primeiro achado. Contou-me de suas experiências que, diga-se de passagem, foram bastante sacrificantes e doloridas, mas deu a entender que valeu a pena e faria de novo.

Brinquedos de Miriti, bastante encontrados na época de Círio

Acompanhei entusiasmado a passagem da Berlinda próximo do local de onde eu estava, fiquei emocionado quando fui no meio daquela multidão fotografar os jovens, que estavam se segurando na corda, e quando vi vários idosos erguendo as mãos em direção da imagem, como se estivessem pedindo ou agradecendo à Nossa Senhora de Nazaré. Como é bonito vê a fé das pessoas! 

Por mais que eu achasse que não deveria estar ali, preferi ficar e inferir que aquela festividade religiosa também é local de se socializar. Onde que os playboys estariam misturados com a galera que eles julgam ser ralé? Onde que quem frequenta a WoodHouse estaria misturado com a galera do Superpop? Onde que quem estuda no Paes de Carvalho estaria próximo da galera do IEP? Só mesmo no Círio de Nazaré.


De tudo isso, posso concluir que preciso olhar com mais isenção algumas coisas que acontecem na minha cidade, que, a partir de um preconceito pré-concebido, eu julgava não serem merecedoras de minha atenção. Se dizem que o Brasil é um país de tolerância religiosa, por que não ser tolerante também?


PS: Tentei fazer uma narrativa, não tive habilidade para tal.

Abraços.

23 comentários:

  1. Eu sou católica, embora tenha uma simpatia pelo espiritismo, assim como você respeito muito todas as religiões e não importa qual seja, a fé das pessoas é muito bonita. Muitas vezes só o que podemos ter é a fé, sem ela não chegamos muito longe.
    Parabéns pelo post e pelo blog!
    http://wellju.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a Jù, tem que respeitar a escolha do próximo ! Abraços e parabens pelo post

    ResponderEliminar
  3. Li uma coisa muito importante aqui,
    e conquistou meu respeito por isso:
    "sei absorver o que julgo ser útil e sei muito bem discernir o que é descartável".
    Tua narrativa ficou fantástica. Parabéns!
    Sabe, tenho certo receio em visitar blogs
    que comentam sobre religião porque as pessoas tendem a fazer um comentário parcial, por vezes polêmico.
    Gostei do que li! Parabéns! Abraços...
    E visite se puder:
    http://guardeparaosdiasdechuva.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Li uma coisa muito importante aqui,
    e conquistou meu respeito por isso:
    "sei absorver o que julgo ser útil e sei muito bem discernir o que é descartável".
    Tua narrativa ficou fantástica. Parabéns!
    Sabe, tenho certo receio em visitar blogs
    que comentam sobre religião porque as pessoas tendem a fazer um comentário parcial, por vezes polêmico.
    Gostei do que li! Parabéns! Abraços...
    E visite se puder:
    http://guardeparaosdiasdechuva.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Respeito é tudo meu caro.. sem ele não da pé a vida....

    ResponderEliminar
  6. O problema é a incapacidade das pessoas entenderem que Deus é um só para todas as religiões. Todas devem ser respeitadas e cada um tem o direito de escolher qual seguir.
    Bom depoimento e sucesso com o blog.

    ResponderEliminar
  7. Gostei do post, apesar de eu não ser da religião. Mas como disse o William o Deus é o mesmo.

    []'s
    Victor Pagani
    blog.avoado.com

    ResponderEliminar
  8. Parabéns pelo seu blog! *--*
    Que Deus te abençoe bem muito!
    Seguindo, segue lá tb http://naoretroceder.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Bom! Eu não tenho crenças, mas achei “divino” o que você postou. Seria de extrema importância se as religiões batessem com mais freqüência na tecla da tolerância à diversidade.

    ResponderEliminar
  10. Pq vc diz que não teve habilidade para tal? Vc descreveu muito bem a festividade e sua saída com amigos.
    Contou de uma forma q dá vontade de estar junto também

    Parabens pelo blog, rapaz!

    www.enthulho.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Religião significa religar.
    Religar com quem? Com Deus! Porque sem Deus nada é possível! O mundo é grande e cabe todo mundo.
    Parabéns pelo blog!

    http://seeutecontarminhavidavocechora.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. temos que respeitar todas as crenças... só assim vamos ser respeitados...por aquilo que somos...

    ResponderEliminar
  13. Cara, belissíma sua postagem... Emocionante como vc descreveu... Muito 10... Nota 1000000000...

    Abração...

    ResponderEliminar
  14. muuito bom o blog ..

    sigaa

    http://dinheiromrn.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  15. Sou ateu,porém respeito a opção de crença de cada um.
    Só acho meio estranho essa festividade daí de Belem. Um monte de gente atrás de uma corda... ô,louco!

    ResponderEliminar
  16. cara prbns o que vc,
    escrevel e muito,
    bom mesmo,
    tem que ter respeito mesmo.

    ResponderEliminar
  17. pode crer,é importante respeitar mesmo
    o bom blog é bom,mas desse post n curti mt
    mas parabens pelo trabalho amigo
    sucesso
    abs

    ResponderEliminar
  18. Realmente a fé das pessoas, independente de religião, é coisa bonita de se ver. O que sempre atrapalha é o preconceito.
    Deus não está nas religiões, está dentro de cada um. Muito bom o seu post.

    ResponderEliminar
  19. o texto ficou incrivel!
    você escreve muito bem.

    sou do interior de sao paulo e nunca tinha ouvido falar dessa festa, adorei ler sobre ela.

    :)

    http://acedencia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  20. Sábias palavras. Admiro as pessoas de outras religiões, que sabem entender o significado e respeitar. É muito bonito mesmo a fé das pessoas. Parabéns pelo texto. Beijoos

    ResponderEliminar

- DEIXE O LINK DO SEU BLOG, POIS POSSO VISITÁ-LO E, CONSEQUENTEMENTE, SEGUI-LO.
- Comentários anônimos não serão aceitos.
Abraços.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.